Publicado há 9 meses

Entenda as diferenças entre alimentos integrais e processados

COMPARTILHE

Para ter uma alimentação saudável, é necessário prestar atenção não apenas ao tipo de alimento consumido, como carboidratos, proteínas, gorduras ou vegetais, é importante se atentar também às propriedades nutricionais desses alimentos, sendo eles alimentos integrais e processados.

Quando falamos de propriedades nutricionais pode parecer que estamos falando de algo fora da nossa realidade. Mas na verdade, essas características podem ser entendidas dentro de dois tipos de alimentos: os integrais e os processados. Sabendo diferenciar esses dois grupos, é possível fazer escolhas mais saudáveis no momento de fazer suas compras. 

No Justo, nós temos todos os tipos de alimentos e entregamos tudo muuito fresco onde você estiver. 

Alimentos integrais e alimentos processados: diferenças

Quando o alimento vem da natureza ele está em seu estado integral. Isso significa que sua estrutura está preservada, assim como seus nutrientes. No entanto, quando esses alimentos vão para a indústria eles passam por algumas etapas de processamento. 

Essas etapas podem ter diferentes finalidades, alguns tipos de alimentos são submetidos a esses procedimentos para serem melhor digeridos pelo corpo humano no momento do consumo. Outros para serem conservados por mais tempo e há também alimentos como o palmito que precisam passar por um rigoroso processamento para que as toxinas sejam retiradas e ele esteja seguro para ser ingerido. 

Alguns alimentos processados passam por mudanças substanciais, ficando bem diferentes do seu estado natural. Por exemplo, o milho que vem da natureza pode ser consumido in-natura, mas também pode ser moído e ultraprocessado, para ser usado como farinha de milho. Esse processo industrial faz com que os alimentos ganhem diferentes usos. 

No entanto, os processos industriais, muitas vezes, adicionam açúcar, sódio e outros ingredientes aos alimentos, para que eles fiquem com um sabor mais atrativo ao paladar. Diante disso, é preciso consumir esses alimentos processados, como pães, bolos, biscoitos e massas de farinha branca com cautela. Isso porque, quando consumidos de maneira desequilibrada, podem aumentar o risco de doenças cardiovasculares, como diabetes, pressão alta, obesidade, colesterol entre outras. 

Em contrapartida, é possível consumir os alimentos em seu estado natural ou com o mínimo de intervenções. Esses são os alimentos integrais, como as frutas, verduras e legumes in-natura e também alguns tipos de carboidratos, como cereais, massas e pães. 

Por que os alimentos processados precisam ser consumidos com moderação? 

Alimentos processados e refinados são digeridos pelo organismo de maneira mais rápida pelo organismo, fazendo com que o organismo sinta fome em um período de tempo menor. Além disso, por serem ricos em açúcares, esses alimentos causam picos de insulina no organismo, aumentando o reservatório de gordura do corpo e, consequentemente, as chances de ganho de peso e obesidade. 

Os alimentos integrais são absorvidos pelo organismo de maneira mais demorada, evitando assim os picos de insulina e também prolongando a sensação de saciedade por mais tempo. 

Uma alimentação saudável inclui variedade de alimentos. É importante dizer que podemos consumir todo tipo de alimento, mas para mantermos um bom funcionamento do corpo, o ideal é que alguns tipos sejam consumidos com cautela. Vale lembrar que praticar exercícios físicos, evitar hábitos nocivos como beber e fumar, e respeitar os horários de descanso também fazem toda a diferença para se ter uma vida saudável.