Publicado há 8 meses

Alimentos ricos em carboidratos: energia vital para o nosso corpo

COMPARTILHE

Os carboidratos são compostos orgânicos que tem como principal função dar energia ao nosso corpo. São vitais para o cérebro funcionar, o coração bater ou para qualquer atividade física e mental saudável, ou seja: os alimentos ricos em carboidratos funcionam como um combustível humano.

Tem importância tão essencial, que é considerado um dos três macronutrientes vitais, além das proteínas e das gorduras. 

Eles estão presentes em quase todos os alimentos, em quantidades diferentes. Porém, há alimentos onde eles estão mais presentes, como nos cereais, batata, mandioca, arroz, aveia, milho e todos os derivados em farinhas refinadas, como o pão e as massas em geral.

Mas se o carboidrato é a principal fonte de energia para o nosso corpo, por que ele passou a ser visto como o vilão do que se supõe ser uma alimentação saudável

Os carboidratos podem ser divididos em três tipos: açúcares, amidos e fibras. Também são classificados de acordo com sua complexidade, em simples e complexos. E, por que essa informação é importante? 

Como o próprio nome já diz, os carboidratos simples, são uma fonte rápida de energia, pois são facilmente digeridos no estômago e absorvidos no intestino, aumentando muito rapidamente o nível de açúcar no sangue quando o ingerimos. 

Quando isso acontece, são liberadas no sangue elevadas quantidades de açúcar, em pouco tempo. Porém, é comum que nem todo o açúcar que é liberado seja utilizado, especialmente em pessoas que não praticam atividade física.

Afinal, esse açúcar excedente, acaba armazenado, contribuindo para o acúmulo de gordura e excesso de peso.

Quanto aos complexos, o corpo tem uma “dificuldade” de digeri-los e absorvê-los. Eles são convertidos em glicose lentamente, fornecendo níveis de energia que se mantêm ​​ao longo do dia, diminuindo a possibilidade de serem transformados em gordura,  mantendo a saciedade por mais tempo.

A saúde e o consumo de carboidratos

Todo o segredo do seu consumo está na quantidade de carboidrato ingerida e se você é ativo ou sedentário. A ingestão diária necessária para um atleta é completamente diferente do que é essencial para uma pessoa que não pratica atividade física e passa o dia sentado, sem movimentar-se.

Apesar disso, não se pode excluir da dieta o consumo de carboidrato. Eliminar completamente o seu uso, pode ser muito prejudicial à saúde, podendo inclusive ser fatal.

Por isso, ao decidir colocar em prática qualquer dieta, consulte um profissional de nutrição para avaliar todo o panorama da sua saúde e o seu caso específico.

Em contrapartida, o consumo maior do que o necessário de alimentos ricos em carboidratos simples, podem levar à obesidade e causar diversas doenças graves, como infarto, pressão alta, diabetes, artrite, artrose e muitas outras, além do câncer. 

Entre carboidratos de alta absorção ou simples estão os pães de todos os tipos, pizzas e todos os refinados: doces, tortas, balas, pudins e refrigerantes. Há uma grande oferta desses produtos de consumo fácil, baixos valores nutricionais e muito calóricos.

Porém nessa lista também estão arroz, açúcar, pipoca, chocolate, mel, sorvete, alguns vegetais como a abóbora, a batata e a beterraba e o excesso de frutas, que também pode aumentar o nível de açúcar no sangue.  

Os carboidratos bons ou complexos são encontrados nas farinhas integrais, no arroz integral, frutas ricas em fibras como ameixa, mamão, pera, morangos, kiwi, tangerina, limão, pitaya e pêssego. Também são muito ricos em carboidrato complexo, os vegetais como o repolho, brócolis e a couve-flor.

Da mesma forma, estão presentes nos tubérculos, como a batata doce com casca, e inhame, nos grãos, como o feijão, lentilha, grão de bico e ervilhas e em cereais, como a aveia. 

O que os carboidratos complexos têm em comum que justificam ser tão bons para a saúde é uma elevada quantidade de fibras

A importância dos alimentos ricos em carboidratos para a saúde

As fibras presentes nos alimentos nada mais são do que carboidratos complexos, que não são absorvidos pelo intestino, sendo ali fermentados e eliminados nas fezes.

Elas têm uma função muito importante no organismo e estão relacionadas a diminuição da mortalidade em quase todas as causas. Todo o processo da digestão e absorção da fibra dão uma sensação de maior saciedade. Por isso, para quem quer perder peso, o consumo de fibras é muito importante. 

Os carboidratos devem fazer parte da nossa alimentação diária em quantidades adequadas às condições de saúde da pessoa e o seu peso. Nesse caso, apenas um médico ou nutricionista poderá avaliar a melhor dieta para cada caso. 

No geral, ao invés de cortar o carboidrato das nossas refeições, devemos priorizar os carboidratos complexos e consumir os carboidratos simples em pequenas quantidades, sempre associados a outros alimentos que sejam fonte de fibra, proteínas e gorduras. 

Esse é por exemplo, um dos conceitos da dieta “low carb: voltar ao consumo normal e adequado dos carboidratos. A dieta low carb é um estilo de alimentação mais saudável e nela, a quantidade de carboidrato é bastante reduzida, mas não eliminada.

Em busca de mais energia, o metabolismo funciona mais rápido porque todo o foco está no consumo de proteína e gordura boa, ou seja: os outros dois macronutrientes importantes para o nosso organismo.

A digestão da proteína e da gordura são mais lentas e a sensação de saciedade é maior, assim como com os carboidratos bons, ricos em fibras.

Além da energia e das calorias

Os alimentos ricos em carboidratos são responsáveis pelo nosso bom humor, já que produzem a serotonina, proporcionando-nos bem-estar e tranquilidade.

Além disso, no geral, todas as vitaminas e minerais são encontrados em grande quantidade no grupo de carboidratos, ou seja: cereais, legumes, frutas, leguminosas, pois eles são o maior grupo alimentar na natureza.

Os carboidratos também são responsáveis por regular o bom humor e ajudam na produção de serotonina, responsável pela sensação de bem-estar e tranquilidade.

Como os carboidratos complexos são fonte de fibras, eles auxiliam na redução do mau colesterol (LDL), pois as fibras que os constituem ligam-se à gordura, impedindo sua absorção pelo organismo.

Ou seja, ao contrário do mito que se criou de que os carboidratos são prejudiciais para a nossa saúde, eles são essenciais para uma dieta equilibrada e saudável! 

Ninguém duvida! Existe uma relação direta entre nutrição, saúde e bem-estar físico e mental. As pesquisas comprovam que a boa alimentação tem um papel fundamental na prevenção e no tratamento de doenças.